Tel.: 11 2935-3561
Rua Siqueira Bueno, 110 - Cj 21
São Paulo - SP - CEP 03059-010
Gestão de carreiras
Quem é responsável por seu sucesso profissional?
Quando você pensa em sua carreira profissional qual a imagem que melhor poderia representá-la. Um trilho ou um mapa?

E quando você pensa no papel que executa e na responsabilidade para com seu sucesso, você se considera passageiro ou condutor da sua vida?

Muitos profissionais almejam crescer em suas carreiras com flexibilidade e liberdade de escolher seus caminhos, ou seja, ser comandante de sua carreira e conduzi-la de acordo com o mapa de suas ambições.

Porém, o que mais se observa nas grandes organizações são profissionais de vários níveis passivamente esperando que a empresa forneça o plano de carreira, o plano de desenvolvimento e as oportunidades de sucesso como se fosse ela (a empresa) a única responsável pela evolução e amadurecimento de seus profissionais.

Para se obter sucesso na carreira profissional, é necessário mudar a forma de relacionamento com a empresa onde se trabalha saindo do modelo funcionário para o modelo de capital intelectual, Istoé, cabe ao profissional adquirir cada vez mais competências tanto humanas como técnicas de forma a tornar-se um produto diferenciado e desejado pelo seu público consumidor: a Empresa.

Entender a si mesmo com uma unidade de negócios e suas competências como produtos.

Estar no comando de sua carreira traz ao profissional infinitas possibilidades de rumos a seguir e junto a esta liberdade, traz a responsabilidade pelas ações e resultados das decisões tomadas.

O programa de autogestão de carreira orienta os profissionais na criação de uma estratégia de carreira, entendendo quais as expectativas da empresa e como atendê-las, gerando valor final.

Pontos de ação direta

• Identificar sua missão pessoal e a visão que a tornará possível

• Identificar seu potencial de geração de valor e ser capaz de criar seu " produto pessoal"

• Mapear seus principais stakeholders, suas expectativas e os fatores críticos para atendê-las

• Construir um modelo de valor que permita navegar entre seus interlocutores, facilitando o acesso ao sucesso profissional

• Definir uma estratégia pessoal e assumir o controle dos eventos que influenciam sua carreira

 
 
Todo o profissional tem como obrigação definir o rumo de sua carreira.
Inteligência na gestão de talentos

Ao adotar o programa de autogestão de carreira, a empresa propicia a seus profissionais diferenciados uma poderosa ferramenta de retenção. Ela estreita o vínculo com estes profissionais ao investir em sua formação como pessoas, ao mesmo tempo em que racionaliza os investimentos em formação e desenvolvimento destes profissionais.

Quando o profissional possui uma compreensão mais apurada de suas características, entende que a sua relação com a empresa deve estar calcada na sua capacidade de agregar valor e principalmente, compreende que seu desenvolvimento profissional será originado de uma parceria.

O profissional é responsável por 70% do esforço e o restante é de responsabilidade da empresa, obtém-se uma relação muito mais efetiva de investimento e retorno nas áreas de treinamento e desenvolvimento.

Completando, uma melhor compreensão sobre o que a empresa espera de cada profissional orientará melhor a escolha dos eventos de capacitação focando investimentos.

Assimilando o Programa

O programa de autogestão de carreira tem como objetivo permitir que os profissionais adquiram ferramentas, métodos e procedimentos que lhes permitam entender melhor o ambiente profissional onde atuam e possam de maneira estratégica definir ações que fomentem sua ascensão.

O primeiro passo é a identificação de sua identidade profissional, sua missão como indivíduo, pois qualquer profissão, cargo ou função que estiver em desacordo com esta identidade corre o risco de não obter êxito. Como segundo passo, os participantes criarão sua rede de stakeholders. Assim como uma empresa, é preciso conhecer as partes interessadas no indivíduo (superior direto, indireto, família, subordinados, colegas) e identificar as expectativas e percepções de valor de cada um destes e como se tornar valioso perante cada um.

O terceiro e mais importante passo é definir uma estratégia de carreira. Com metas de custo a longo prazo agregadas a um conjunto de hipóteses de como atingir seu objetivo. Obviamente, os stakeholders estarão no caminho tanto para acelerar como para frear a estratégia.

Quarto passo, definir seu produto individual, ou seja o conjunto de competências e conhecimentos que será oferecido ao mercado (empresa) passando pelas etapas clássicas de formação de produto como identidade, diferenciação, embalagem e preço.

Finalmente, a etapa de controle. É fundamental que o profissional possua seu próprio conjunto de indicadores de progresso e defina suas próprias metas de carreira.

Somente assim ele poderá oferecer seu produto (conhecimento+competências) de forma a agregar valor e ser recompensado por isso.

A metodologia combina técnicas de planejamento de Robert Kaplan, Malcolm Baldrige com técnicas de marketing e criação de produtos de forma a permitir que o profissional escolha uma carreira em mapa ou em trilho.

O trilho lhe dará a segurança de chegar a próxima estação sem desvios e na velocidade do trem. O mapa lhe permite chegar onde quiser, desde que saiba navegar
Bridge Partners Group ©2012