Tel.: 11 2935-3561
Rua Siqueira Bueno, 110 - Cj 21
São Paulo - SP - CEP 03059-010
<< TREINAMENTOS | Gestão de mudanças
Por que gestão de mudanças?    
O mercado de implementação de sistemas integrados no modelo ERP continua em franca expansão, demandando cada vez mais profissionais habilitados e certificados em seus módulos e subsistemas. Neste mercado existem vários players que disputam palmo a palmo o mercado sobretudo, o midle market.

Contudo, existe um conjunto de habilidades e competências que de maneira geral acaba relegado a segundo plano pelas empresas de implementação embora, todos concordem que se trata de uma das mais importantes ferra-mentas para uma implantação bem sucedida: O programa de gestão de mudanças.

Por muitos anos, por atuar diretamente sobre as pessoas, o programa de gestão de mudanças foi segregado da implantação principal e considerado com um tema para as pessoas de recursos humanos. Foi bastante comum, no início do século, encontrar pessoas da área de psicologia, treinamento e comunicação atuando como agentes de mudança, visando diminuir os impactos causados pela implantação dos novos sistemas sobre as pessoas.

Atualmente, as implantações têm objetivos menos compulsórios tendo foco mais em diferenciação e competitividade, assim, espera-se que os novos usuários utilizem o sistema corretamente, concordando com as mudanças e buscando tirar o melhor deste novo ativo. Com esta nova perspectiva, o tema gestão de mudanças ganha nova importância, fazendo parte da maioria das propostas de implantação de ERPs.

Trabalhando com pilares estruturados, templates inteligentes e processos detalhadamente definidos, foi possível criar um processo de certificação para o medulo Gestão de Mudanças. O que até então não era possível:
Agora temos a academia de gestão de mudanças
Frentes de atuação As mudanças existem em todos os projetos geri-las é fundamental

• Mensuração e gerencia-mento do nível de prontidão para a mudança.

• Planejamento e execução da comunicação interna e externa.

• Identificação, gerenciamento e mitigação de impactos.

• Planejamento e gestão dos treinamentos.

• Identificação e gerenciamento dos stakeholders críticos.

Para os profissionais que já são certificados em implementação de softwares ERP , criamos um programa executivo focado nas melhores práticas de gestão da mudança e com conteúdo resumido que lhes permita avaliar, diagnosticar e mitigar os riscos mais conhecidos da resistência de implementação em projetos.
Cuidando do Fundamental    
Nosso foco está em transmitir aos alunos conhecimento prático de gestão de mudanças, de forma pragmática e apoiado em ferramentas de avaliação e planejamento. Todos os templates metodológicos foram desenvolvidos para oferecer respostas analíticas aos profissionais permitindo que independentemente da formação inicial, cada um possa operar uma efetiva gestão de mudanças.

Com esta abordagem a assimilação é mais rápida e pode ser associada à certificação existente.

Conteúdo    
Esta especialização passa pelos mesmos módulos da certificação, contudo, sua visão de resolução á mais executiva permitindo que o aluno tenha o contato com a metodologia, entenda se funcionamento e posteriormente complemente seus estudos.

O modelo foi desenvolvido para ser ministrado em um semana, em regime de extensão aos módulos de certificação.

De segunda a sexta, os alunos participarão das aulas teóricas sobre os pilares e serão apresentados a ferramentas de trabalho da metodologia.
Os trabalhos em sala de aula serão realizados em regime de TCC (trabalho de conclusão de curso) em dois sábados subsequentes, contando com a supervisão de um instrutor-orientador.

Ao longo do curso serão tratados os seguintes pilares:

Prontidão para a mudança.
Também chamada de change readines, é o principal indicador de gerenciamento de mudanças aplicado a processos de implantação de ERP. Constitui de um percentual progressivo de maturidade da organização ao longo do projeto de implementação.

Gestão de impactos.
A implantação do ERP causará mudanças organizacionais na empresa, alterando desde a forma como as coisas são feitas até a estrutura organizacional da empresa. Estas alterações certamente causarão impactos na organização da empresa e que precisam ser mitigados ao longo do projeto.

Gestão da comunicação.
O aluno acompanhará desde o planejamento das ações de comunicação até a execução de peças como newsletters e e-mail marketing.

Gestão de stakeholders.
Parte mais sutil da metodologia está baseada na observação e monitoramento do comporta-mento dos formadores de opinião que podem com suas observações afetarem o sucesso do projeto.

Gestão de treinamentos.
Parte mais visível da gestão de mudanças, pode ser considerada como um projeto dentro do projeto por sua abrangência e complexidade. Neste pilar os alunos aprenderão a planejar, executar e monitorar todos os aspectos da gestão de capacitação o que os qualifica com especialistas para este subprocesso.

O profissional certificado em gestão de mudanças pode ampliar sua empregabilidade ao atuar em seus módulos de origem e suportar a execução do projeto, tornando-se peça-chave da implementação.
 
 
Com a academia de gestão de mudanças, os profis-sionais de implementação podem se destacar no mercado e ampliar sua empregabilidade em um setor que cresce a cada semana.
Bridge Partners Group ©2012